05/05/2014

Consumidores.com

Consumidores.com

É praticamente impossível imaginar o mundo hoje sem o poder de comunicação proporcionado pela internet. Isso só se tornou possível diante das recentes evoluções tecnológicas e de armazenamento, transmissão e processamento de dados.

Ao longo dos últimos anos, a internet foi inserida por completo nos processos das empresas, sejam elas grandes, médias ou pequenas. Como a informação disponibilizada na rede é acessível em praticamente qualquer ponto do planeta, não existe mais distância entre os consumidores e fabricantes ou entre clientes e prestadores de serviço.

Essa revolução foi apresentada às empresas sob a forma de ferramentas como websites, e-mails, fontes de pesquisa sobre mercado, clientes, tendências, finanças e outra infinidade de assuntos, transformando as estratégias de negócio nas empresas. Apesar de tanta modernidade e avanço tecnológico, ainda existe bastante espaço para usos de novas possibilidades online.

Inúmeras ferramentas de marketing e otimização de processos ainda estão por vir, e a cada dia as empresas estão encontrando formas de lucrar e divulgar seus produtos e serviços de forma eficiente no universo online.

Há a necessidade das empresas entenderem o que esse público almeja e realizar da melhor forma possível, para que sua experiência seja agradável e possa existir uma resposta e, consequentemente, a propaganda gratuita trazendo lucro e prestígio para os empreendedores.

Os jovens são uma das vertentes deste mercado global, que apresenta características nativas digitais, conectadas à internet, são ágeis, gostam da velocidade da informação, são imediatistas e impacientes. Prezam muito pela velocidade da informação, mesmo que seja só para diversão e por pouco tempo. Na análise deste público, se insere a nomofobia, problema típico dos tempos modernos e caracterizado por uma forte angústia que causada pela incapacidade de comunicação por aparelhos celulares ou computadores.

Essas caracteristicas, não deixam de fazer parte do cotidiano das outras camadas do internautas. Existem aqueles que buscam o produto ou serviço por conta própria, outros se baseiam na opinião de desconhecidos, há quem prefere consultar amigos e parentes, entre outras forma de conhecimento prévio.

Após a compra, o consumidor internauta tem por hábito relatar sua experiência. Podendo virar um seguidor da sua marca, onde irá propagar positivamente ou ele de forma negativa. O fato é que os consumidores estão cada vez mais cientes de seus direitos e exigindo-os.